Notícias FEMA

Renê Pomilio, aluno de ADS formado em 2013

Egresso destaca seu trabalho de mestrado e os planos para carreira profissional

Renê Pomilio de Oliveira começou sua trajetória universitária em fevereiro de 2011 ao ingressar no curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da FEMA. Dali em diante, sua capacidade técnica e analítica o levaram para muitos desafios.

Natural de Pedrinhas Paulista, Renê trocou o interior de São Paulo pelo movimentado município paranaense de Ponta Grossa, cidade onde fica a UTFPR, Universidade Tecnológica Federal do Paraná. É nessa faculdade que ele faz o seu mestrado.

Na entrevista a seguir, ele conta detalhes de sua pesquisa e o quanto a FEMA projetou sua carreira. Renê também revela o desejo de no futuro ser convidado para mesa redonda que acontece todos os anos na Semana de Informática da instituição.

Em que consiste seu trabalho de mestrado?

A pesquisa é um desenvolvimento de um novo escalonador de pacotes para a rede LTE (Long Term Evolution), mais conhecida como rede de telefonia móvel 4G.

O objetivo é diminuir o delay (latência), aumentar o Throughput (taxa de transferência) e maximizar o número de usuários no sistema, utilizando o balde de fichas, o escalonador de pacotes Proportional Fair e o servidor Latency Rate.

A implementação e simulações do algoritmo escalonador fica por conta do simulador de eventos LTE-Sim. Ao término da pesquisa serão realizadas comparações com demais escalonadores já implementados e avaliados no simulador LTE-Sim.

Como você chegou a esse tema?

O tema da pesquisa surgiu pelo meu coorientador, o professor doutor Augusto Foronda. Ele já tinha feito trabalhos nessa área de escalonamento de pacotes para rede WIMAX. Basicamente, a mesma pesquisa que ele utilizou para as implementações do escalonador na rede WIMAX estão sendo modificadas e implementadas na rede LTE.

Além do Foronda, também é meu orientador o professor doutor Lourival Aparecido de Góis. Faço o mestrado pela UTFPR com bolsa do CNPq Capes durante os dois anos que tenho para concluir a pesquisa.

A pesquisa já foi premiada, correto?

Sim. A pré-pesquisa rendeu um artigo publicado na SoftCON 2017, Split – Croácia, Qualis – B1, com o título “Enhanced Scheduling Algorithm for LTE Networks”. No ano que vem, pretendo publicar outros dois artigos com os resultados da pesquisa.

E qual a importância da FEMA nesse seu momento profissional e acadêmico?

A faculdade teve um papel fundamental. Graças à instituição e, principalmente os seus docentes, hoje estou fazendo mestrado em uma das melhores universidades de tecnologia do país.

Agradeço a FEMA por gerar bons profissionais para o mercado também. Conheço vários ex-alunos que estão trabalhando em grandes empresas por várias cidades do país.

E também não poderia deixar de citar os quatros professores que me ajudaram a ingressar no mestrado: Alex Poletto, Almir Camolesi, Osmar Machado e o Domingos Vilela.

Planos para depois do mestrado?

Depois que defender minha dissertação, pretendo seguir docência e ingressar no doutorado. Quem sabe um dia possa até ser um docente da grande instituição que me tornou um profissional de TI, a FEMA, e participar da mesa redonda que acontece todos os anos na Semana de Informática?

Estudantes promovem o Brincar Terapêutico

Na manhã do dia 22 de outubro, estudantes do curso de Fisioterapia da Fundação Educacional do ...

Leia mais

Professor apresenta artigo na Espanha

No dia 23 de outubro de 2023, o Me. Fabio Eder Cardoso, professor dos cursos de Análise e ...

Leia mais
Receba Informações

Sobre os nossos cursos