Notícias FEMA

Curso promove encontro para discutir terapias complementares na Enfermagem

O terapeuta Isaias Ferreira destacou a importância da integração de terapias complementares na prática clínica

 

No último dia 23 de outubro, a Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) promoveu um encontro para os estudantes do 5º ano do curso de Enfermagem. A professora da disciplina “Terapias Complementares”, Ma. Maria José Caetano F. Damaceno, em parceria com o terapeuta especialista em Medicina Germânica e hipnose clínica, Isaias Ferreira, lideraram uma discussão sobre a aplicação de terapias complementares na prática do Enfermeiro.

 

A iniciativa responde diretamente às Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Enfermagem, as quais enfatizam a importância da formação do Enfermeiro para atender às necessidades sociais da saúde, com destaque para o Sistema Único de Saúde (SUS). As diretrizes visam assegurar a integralidade da atenção, bem como a qualidade e humanização do atendimento.

 

Desde a implementação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em 2006, o SUS tem incorporado novas terapias em sua Rede de Atenção. Esta política está fundamentada na prevenção de agravos e promoção e recuperação da saúde, com foco especial na Atenção Primária. Seu objetivo é aprimorar a resolutividade dos serviços de saúde, por meio da integração entre o modelo convencional de cuidados e práticas complementares, atuando de forma conjunta no diagnóstico, avaliação e cuidado.

 

O terapeuta Isaias expressou sua satisfação com a iniciativa da FEMA, afirmando: “Devo parabenizar o curso de enfermagem da Fema por proporcionar aos seus alunos momentos como o que pudemos experimentar. É importante que os profissionais de saúde percebam o ser humano como um ser integralizado, com suas esferas de existência intimamente conectadas e compreendam as doenças como sintomas de uma desordem interior, focando não nos sintomas, mas nos pacientes. A Nova Medicina Germânica, a Hipnose Clínica e a Programação Neurolinguística têm se mostrado aliadas poderosas para descobrir e tratar os fatores internos que estão por trás das doenças.”

 

Os alunos também expressaram a importância do evento, afirmando que a discussão proporcionou um entendimento mais profundo da ação e reação do corpo humano, assim como o funcionamento das emoções. Eles destacaram como os aprendizados sobre a terapia germânica e a hipnoterapia permitirão oferecer um atendimento mais eficaz aos pacientes, inclusive no tratamento de doenças crônicas como hipertensão e diabetes.

 

A professora Ma. Maria José e a coordenadora do curso de Enfermagem da FEMA, professora Dra. Caroline Fernandes, consideram esses momentos como oportunidades essenciais para a formação diferenciada dos estudantes, preparando-os para o mercado de trabalho. Elas expressaram agradecimento ao terapeuta por sua valiosa contribuição nesse processo. A iniciativa demonstra o compromisso contínuo da FEMA em promover uma formação abrangente e atualizada para os futuros profissionais de Enfermagem.


Estudantes de Enfermagem da FEMA visitam o Instituto Butantan

Com a visita, eles puderam explorar os museus e aprofundaram seus conhecimentos em microbiologia, ...

Leia mais

Alunos de Enfermagem promovem roda de conversa sobre diabetes na UBS Fiúza

Iniciativa abordou necessidades dos pacientes diabéticos com participação de nutricionista e ...

Leia mais
Receba Informações

Sobre os nossos cursos