Notícias FEMA

FEMARondon completa 11 anos de atuação na região de Assis

O projeto de extensão da FEMA já beneficiou mais de 1500 pessoas, promovendo o desenvolvimento humano dos estudantes. Reestruturação e inovação marcam os planos para o futuro

 

Neste ano de 2023, o projeto de extensão universitária FEMARondon da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) completa 11 anos de criação. Desde 2012, cerca de 300 estudantes dos mais variados cursos de graduação da FEMA participaram das ações desenvolvidas pelo projeto, que já passou em cidades da região como Porto Almeida (distrito de Cândido Mota), Ibirarema, Echaporã, Lutécia e Florínea, por exemplo, beneficiando mais de 1500 pessoas, aproximadamente. 

 

O professor Jairo da Silva, membro da comissão responsável pelo projeto e professor dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, destacou a importância do FEMARondon para os estudantes. “É uma forma bastante efetiva que temos de desenvolver a participação e a cidadania entre os estudantes, uma vez que visitamos áreas carentes das cidades de Assis e região, mostrando que não precisa de muito para levar esperança e fazer a diferença na vida das pessoas. Além disso, através dele também podemos observar e analisar as trajetórias dos estudantes participantes dentro da faculdade. O grande objetivo do FEMARondon é dar a possibilidade dos estudantes desenvolverem um lado mais humano e consciente”, ressaltou. 

 

Ao longo do segundo semestre de 2023, a comissão organizadora do FEMARondon planeja diversas ações de reestruturação do projeto. “Queremos continuar provocando mudanças dentro e fora da instituição, visando promover as atividades solicitadas pela política nacional de extensão universitária, pois esse é o nosso papel: fortalecer a região em que a FEMA está inserida. Então, queremos alcançar os 20 municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema, chegando inclusive nos distritos. Em outras palavras, queremos posicionar a nossa instituição como um órgão de disseminação de conhecimento comprometido com o desenvolvimento da região. Só tenho a agradecer aos professores Ma. Danielle Ferrarezi, Me. Fernando Brito, Paulo Sérgio da Silva (Pepê) e Ma. Maria José Damaceno, que fazem parte da comissão”, comentou Jairo. 

 

O cronograma traçado para os próximos meses evidencia o compromisso citado pelo professor. “Entre os meses de junho e agosto, nosso foco será reestruturar o projeto para que todas as exigências do Ministério da Educação para a extensão universitária e pesquisa sejam atendidos, recolocando o FEMARondon no calendário de eventos da FEMA de 2024 e organizando as operações que iremos fazer no próximo ano. Ainda em setembro, queremos definir, junto ao CIVAP, a cidade que receberá o nosso projeto em 2024”, explicou.

 

Sobre o FEMARondon

Inspirado pela experiência de ter integrado o Projeto Rondon nacional, em 2010, promovido pelo Ministério da Defesa em parceria com governos estaduais, municipais e instituições de ensino superior, o FEMARondon surgiu em 2012 como uma forma de dar oportunidade aos estudantes de entrar em contato com diversas realidades e desenvolver atividades práticas de empreendedorismo e cidadania, além de ser também um grande diferencial para o currículo acadêmico e pré-requisito básico para os que desejam participar do Projeto Rondon nacional, do qual a FEMA já participou de cinco operações nacionais, em estados como Tocantins, Goiás, Pernambuco e Maranhão, por exemplo.

FEMA participa da feira de empregos e profissões Oportuna 2024

Estande da faculdade atraiu visitantes com diversas opções de graduação   A Fundação ...

Leia mais

Alunos de Enfermagem promovem roda de conversa sobre diabetes na UBS Fiúza

Iniciativa abordou necessidades dos pacientes diabéticos com participação de nutricionista e ...

Leia mais
Receba Informações

Sobre os nossos cursos