Notícias FEMA

Estudantes de Medicina da FEMA promovem ação na Associação Abrigo a Idosos

Iniciativa aproxima futuros médicos das demandas reais da comunidade, fortalecendo vínculos e promovendo bem-estar aos idosos

​​Na tarde do dia 3 de abril de 2024, os estudantes da terceira etapa do curso de Medicina da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) realizaram uma ação social na Associação Abrigo a Idosos, em Assis. A atividade visou conhecer de perto as demandas de saúde dos idosos residentes, e também promover um momento de interação e convivência entre os estudantes e os moradores do abrigo.

Durante a visita, os futuros médicos tiveram a oportunidade de compartilhar experiências, tomar café da tarde e estreitar laços afetivos com os idosos, proporcionando-lhes momentos de alegria e descontração. A ação foi marcada pela troca de vivências, onde os estudantes puderam não apenas observar, mas também vivenciar na prática os desafios e necessidades enfrentados pelos idosos no contexto da saúde.

Segundo a professora Ma. Vanessa Patrícia Fagundes, que acompanhou a atividade, o intuito desse tipo de iniciativa é aproximar os estudantes das demandas reais da comunidade, permitindo-lhes vivenciar de forma concreta os princípios da saúde humanizada, tão valorizados no campo da medicina. Ao integrar teoria e prática, a FEMA reforça seu compromisso com uma formação profissional voltada não apenas para o conhecimento técnico, mas também para o cuidado integral e empático com o ser humano.

“Ao longo dos anos, observamos que as pessoas, com o avanço da idade, trazem consigo diversas demandas físicas, psicológicas e sociais que necessitam de atenção e cuidados preventivos”, explica Lúcia Leila Bastos, assistente social do Abrigo. “Atualmente, muitas famílias enfrentam dificuldades para conciliar o cuidado com os idosos devido às demandas de trabalho. Por isso, contar com o apoio de instituições de longa permanência torna-se uma opção viável para garantir o suporte necessário, especialmente em casos de violação de direitos e rompimento de vínculos familiares.”

A colaboração com o setor público e privado, bem como doações voluntárias, desempenha um papel fundamental na manutenção das atividades do abrigo. “Não dispomos de recursos próprios para captação de renda, mas contamos com o apoio das esferas municipais e estaduais, além de eventos e doações que contribuem significativamente para o custeio e funcionamento da associação”, ressalta Lúcia. “Essas parcerias são essenciais para garantir um atendimento de qualidade, conforme preconiza a legislação vigente.”

Estudantes de Medicina capacitam alunos de Enfermagem em Primeiros Socorros

Atividade faz parte de projeto de extensão da unidade de Urgência, promovendo integração e ...

Leia mais

Professora publica artigos em revista do CREMESP, um deles em parceria com aluno

Pesquisas científicas da professora Ma. Jordana Rabelo Bergonso destacam a importância do ...

Leia mais
Receba Informações

Sobre os nossos cursos