Notícias FEMA

Estudantes de Fisioterapia apresentam pesquisa sobre aromaterapia em Congresso

Resultados promissores destacam a relevância da aromaterapia como terapia complementar

 

As estudantes de Fisioterapia da Fundação Educacional do Município de Assis, Mariana Ribeiro e Lara Chiqueto, apresentaram sua pesquisa durante o 11º Simpósio Brasileiro de Óleos Essenciais (SBOE), realizado entre os dias 8 a 10 de novembro de 2023.

 

O estudo, intitulado “Aromaterapia na cessação tabágica: uma revisão bibliográfica”, teve como objetivo investigar os possíveis efeitos da aromaterapia como uma forma de terapia alternativa no processo de cessação do tabagismo. Durante a pesquisa, as estudantes revisaram 10 artigos relacionados ao tema, identificando resultados positivos da aromaterapia nesse contexto. No entanto, observaram também divergências quanto ao óleo mais indicado, ao modo de utilização e à escassez de estudos sobre a toxicidade e os efeitos colaterais de cada óleo.

 

Segundo Mariana, a escolha da aromaterapia como tema da pesquisa veio por conta de essa ser uma terapia muito utilizada atualmente, mas não tão estudada. “Queríamos algo fora do comum e, após entrarmos em consenso, percebemos que a aromaterapia seria um tema interessante. Com os resultados e a conclusão desse trabalho, percebemos que a aromaterapia pode ser muito benéfica, mas ainda faltam muitas informações sobre essa técnica, e não há uma padronização sobre qual é o óleo mais indicado ou o modo de uso”, conta a estudante.

 

Lara complementou destacando a importância da parceria na pesquisa. “A ideia surgiu ao pensarmos nos grupos de tabagistas da nossa cidade, vinculados ao SUS. Primeiramente, a ideia era aplicar óleos essenciais como terapia nesses indivíduos, mas a prática não avançou como planejado, então optamos por fazer uma revisão bibliográfica. Nossa parceria foi fundamental, pois fizemos tudo juntas, desde as buscas até a discussão dos resultados. Essa parceria não se resume à faculdade, mas é algo que levo para a vida”, declara.

 

Ambas as estudantes expressaram que os resultados obtidos são essenciais para mostrar à população que a aromaterapia pode ser incluída no processo de cessação tabágica, sendo um método menos invasivo e mais acessível. Elas expressaram gratidão à orientadora Maria Eulália e a todas as pessoas envolvidas no desenvolvimento do trabalho.

 

Já a orientadora, professora Ma. Maria Eulália Baleotti, chamou a atenção para a relevância da pesquisa, afirmando que há necessidade de evidência sobre a aromaterapia como terapia complementar na cessação tabágica. “Tive a grande satisfação de acompanhar o desenvolvimento da pesquisa, e desde o início, ficou claro o comprometimento e entusiasmo das alunas com o tema. O processo de orientação foi fluido devido à dedicação das duas e à sinergia presente em sua parceria. Acredito que o trabalho delas no Simpósio Brasileiro de Óleos Essenciais foi fundamental para destacar a relevância de estudos sobre aromaterapia na cessação tabágica. Ainda há lacunas a serem preenchidas nesse campo, e vejo que esta pesquisa estimulará mais investigações”, ressalta.

 

A coordenadora do curso de Fisioterapia, professora Ma. Mariana Pereira Bertoche, parabenizou as estudantes pela iniciativa. “Como coordenadora do curso, é gratificante ver nossos estudantes engajados em pesquisas que têm potencial para impactar positivamente a prática da fisioterapia. Parabenizo as estudantes pelo excelente trabalho e destaco a importância de continuarmos apoiando iniciativas que contribuam para o avanço do conhecimento na nossa instituição”, finaliza.


Curso de Fisioterapia é reconhecido pelo Crefito por contribuições na pandemi …

Além do reconhecimento do curso, as professoras Dra. Cássia Pacheco e Ma. Maria Eulália Baleotti ...

Leia mais

Estudantes da FEMA participam de Congresso de Cardiologia em São Paulo

O 44º Congresso da SOCESP destacou avanços na cardiologia e inclui apresentação de estudo sobre ...

Leia mais
Receba Informações

Sobre os nossos cursos