• FEMAvestibular
  • estudo-hot-site-bolsas
  • fema-guia-do-estudante-estadao-3b

 vestibular fema 2020

Inscrições Abertas

11 Cursos de Graduação

Prova dia 14/11 às 20h

INSCRICAO 

cejusc

FEMA firma parceria de estágio com CEJUSC

Dez alunos do curso de Direito começam a estagiar no órgão, na área de mediação e conciliação

 

Por Glauciana Nunes
Assessoria de Comunicação FEMA

 

 

Dez alunos do curso de Direito da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) começaram o estágio no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC), de Assis, no dia 12 de março de 2019. O estágio é fruto de um convênio firmado entre a FEMA e o CEJUSC para que, dessa forma, os alunos atuem no órgão, exercitando técnicas de mediação e conciliação. 

 

O convênio da instituição com este órgão é de extrema importância não só para os alunos de Direito. Isso é bom para o curso, ao permitir que os alunos, por meio do estágio, coloquem em prática o que aprendem na sala de aula, mas também bom para a FEMA que, como uma instituição pública, tem a missão de oferecer serviços para a comunidade.

 

De acordo com o professor mestre Fernando de Sá, coordenador do curso de Direito da FEMA, a conciliação e a mediação são instrumentos importantes para a solução de conflitos, evitando uma judicialização. Entretanto, é necessária a presença de um profissional preparado para utilizar técnicas de negociação, o que grande parte dos cursos tradicionais de Direito não têm o costume de ensinar. “Esse convênio fará florescer em nossos alunos estas capacidades tão valorizadas pelo mercado, além de aproximá-los da sociedade e dos principais problemas jurídicos locais”, explicou o professor Fernando.

  

E os ganhos não param por aí: “É uma iniciativa em que todos ganham - o Poder Judiciário conta com mão de obra especializada, a FEMA melhora ainda mais a qualidade do ensino e o aluno se aproxima dos desafios reais de sua profissão, além da sociedade, que ganha serviços de excelência”, finalizou o coordenador.

 

 

facebook logo

SIGA FEMA ASSIS 

 

MAIS NOTÍCIAS DA FEMA

Back to top