HOSPITAL DE CAMPANHA

Main Menu

Conheça a Fema

FEMAHospitalCampanhaNot

Ocupação de leitos no Hospital dispara

 


Desde o início do mês, hospital já recebeu 15 pacientes. De um dia para o outro, o número de internações pulou de 2 para 7, que é o número atual

 

 

   

O Hospital de Campanha de Assis, inaugurado no dia 26 de maio de 2020 e administrado pela Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA), teve um aumento considerável de pacientes internados. Dos leitos disponibilizados para Assis e região, 7 estão ocupados atualmente e de forma muito rápida o número de pacientes aumentou: de um dia para o outro, o número de internações pulou de 2 para 7. Desde o início de junho, 15 pacientes já foram internados. Destes alguns foram encaminhados para outros hospitais e outros tiveram alta, além dos que se mantém ainda em tratamento lá.

 

O HCamp foi concebido prevendo uma possível sobrecarga do sistema de saúde municipal em decorrência do aumento de número de casos de coronavírus em Assis e região, idealizado ainda no mês de março em uma parceria entre a FEMA e outros componentes do Comitê de Enfrentamento do Coronavírus da cidade. De acordo com a coordenação do HCamp, a unidade tem capacidade para atender casos leves e moderados de covid-19 de pacientes que precisam ser monitorados constantemente.

 

A professora do curso de Medicina da FEMA e uma das responsáveis técnicas do HCamp, Shirlene Pavelqueires, avalia que inicialmente era esperado que com todas as medidas de segurança e controle do coronavírus na cidade fizesse com que a procura e a demanda do hospital fosse relativamente baixa. Entretanto, com o crescente aumento do número de casos de covid-19 em Assis, o HCamp se tornou indispensável para o enfrentamento do vírus e têm ajudado a fazer com que o fluxo de leitos de internações e de observações em Assis se mantenha controlado.

 

O presidente da FEMA, Arildo Almeida, ressalta a importância do Hospital de Campanha neste momento difícil de pandemia e incertezas: “A construção do Hospital de Campanha nasceu de uma demanda que nós desejávamos não ter. A FEMA se orgulha de estar participando tão ativamente de um momento tão delicado como o que estamos vivendo e de poder contribuir com nossos esforços para que o máximo possível de pessoas possam ser cuidadas e curadas do coronavírus. Toda a logística que foi desenvolvida pela equipe da FEMA e da prefeitura tem total capacidade para atender e cuidar dos pacientes que precisam ficar em isolamento e sob observação na unidade do HCamp. Os profissionais de saúde que foram contratados para atuar no hospital são altamente qualificados para atender à essa demanda que, infelizmente, tem se mostrado crescente em nossa cidade”, relata Arildo.

 

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde de SP, no final de semana do dia 20 de junho de 2020, o interior paulista ultrapassou a capital pela primeira vez no número de novas contaminações. Com o aumento do número de casos e o baixo índice de isolamento social registrado em Assis, que não bate os 50% desde o começo do mês de junho, pode vir a contribuir com um possível colapso do sistema de saúde municipal, que já começa a sentir a pressão por vagas de UTI subir nos últimos dias. Segundo Shirlene, “nós não tínhamos como prever o número de pessoas infectadas, mas sabíamos que não seriam poucos, considerando todo o comportamento da população, não só aqui em Assis, bem como em todos os municípios da região”, avalia.

 

Até a data dessa matéria, dia 24 de junho de 2020, o Brasil tem 1.152.066 casos confirmados de covid-19 e 52.788 mortes, segundo levantamento feito pelo Consórcio de Veículos de Imprensa. No Estado de São Paulo, o novo coronavírus já contaminou 229.475 pessoas e já levou a óbito 13.068 pacientes. Na cidade de Assis, os números já são preocupantes. Até às 10h da manhã de hoje (2), 1 pessoas testaram positivo para covid-19 na cidade e o número de óbitos subiu para 8.

 

facebook logo

SIGA FEMA ASSIS 

 

MAIS NOTÍCIAS DA FEMA

 

Back to top