Main Menu

Conheça a Fema

mj medicinaEstudantes promovem ações nas ESFs

Grupos abordaram temáticas voltadas às mulheres e também ao público adolescente

Escrito por Silvio Moura

Assessoria de Comunicação FEMA

 

Os estudantes da primeira e segunda turma de Medicina da FEMA, em parceria com as equipes das Estratégias da Saúde da Família (ESF), seguem desenvolvendo ações na comunidade. Nas últimas semanas, diversas atividades foram realizadas.

Uma delas aconteceu na ESF Vila Claudia. O grupo de alunos, a preceptora Ângela Barros e a equipe da ESF destacaram a importância da mamografia a partir da constatação do número reduzido de pedidos desse exame. “Os estudantes, então, foram até a comunidade para entender os fatores que explicam essa baixa adesão”, explica a professora mestre Maria José Damaceno.

Após a fase da identificação do problema, ações foram elaboradas. “Realizamos encontros frequentes abordando temáticas que vão ao encontro das necessidades apontadas e problematizadas”, diz a docente. O vice-prefeito de Assis Márcio Martins acompanhou um dos encontros com a comunidade e destacou a importância desse trabalho a partir de uma experiência familiar. No mesmo encontro, participou a coordenadora da unidade, a enfermeira Maria do Carmo Paes.

mj medicina2Os estudantes de Medicina da ESF Vila Glória e Vitória juntamente com as respectivas equipes de ESF atuaram juntos na escola Francisca R. Mello com  ações voltadas à sexualidade e ao uso de drogas entre os adolescentes. “Essas temáticas batem na porta das escolas e nas unidades de saúde”, conta uma das preceptoras, Janayna Martines.

“A educação sexual auxilia os adolescentes na tomada de decisões, de escolhas nesta etapa da vida, promovendo reflexões, além de valores, posturas e preconceitos”, diz Martines. Essa atividade também contou com a participação da professora Ana Correia.

Também na ESF Glória, na quinta-feira, 11 de maio, os alunos elaboraram uma tarde de debates em comemoração ao Dia das Mães. No evento, foram discutidos os diversos papéis da mulher na sociedade, além do de ser mãe, e como conciliar as várias funções preservando a saúde física e emocional através de estratégias preventivas.

“Os estudantes estão compreendendo a necessidade de utilizar técnicas pedagógicas em que o público-alvo possui um papel não só de ouvinte”, diz Tatiane Mussoline, também preceptora da unidade Glória.

O curso de Medicina na FEMA atua por uma formação geral, humanista, crítica, reflexiva e ética, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, nos âmbitos individual e coletivo. Assim, a articulação entre a instituição de ensino e o setor saúde é fundamental. FEMA e Secretaria de Saúde mantêm parceria desde o inicio da graduação, em fevereiro de 2016.

mj medicina1

 

 

MAIS NOTÍCIAS DA FEMA