Curso de Medicina: tudo o que você precisa saber!

Main Menu

Conheça a Fema

curso de Medicina forma profissionais capazes de trabalhar diretamente com a saúde humana. O médico lida com o diagnóstico, tratamento, prevenção e a cura das doenças.

Diante da pandemia do covid-19, o ano de 2020 serviu para mostrar o quanto os profissionais da saúde são necessários e devem ser respeitados. Muitos dão a própria vida para salvar a do paciente.

No Brasil, a duração mínima dos cursos de Medicina é de 6 anos. Após a formação, é possível desenvolver atividade como clínico geral ou fazer especializações a partir da residência médica, que pode durar de 2 a 5 anos.

 

O curso de Medicina

Conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), todos os cursos de Medicina contam com conteúdo dividido em três grandes áreas:

    Atenção à Saúde - aprende sobre a dimensão da diversidade biológica, subjetiva, cultural, local, ambiental, entre outras particularidades humanas.

    Gestão em Saúde - desenvolver a capacidade de compreensão dos princípios, diretrizes e políticas do sistema de saúde e das ações de gerenciamento e administração.

    Educação em Saúde - compreende sobre a responsabilidade com o aprendizado e aprofundamento científico contínuo.

Para o melhor aproveitamento dos alunos, a Metodologia de Ensino do curso de Medicina da FEMA é composta por Eixos Temáticos, que estão divididos em 4, sendo: Eixo Ético-Humanístico; Eixo Técnico-Científico; Eixo Conhecimento Médico; e Eixo Saúde Pública.

O profissional formado no curso de Medicina possui um amplo campo de atuação. São 53 especialidades médicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e, dependendo da especialização, é possível atender em clínicas, hospitais ou ter consultório próprio.

 

LAYOUT 02 1

 

Qual é o perfil do estudante de Medicina?

São várias as características do profissional de Medicina, mas ética, empatia e profissionalismo chamam mais a atenção. Além de muito interesse em aprender, o estudante de medicina também desenvolve diversas habilidades ao longo do tempo.

O estudante de medicina também deve gostar de estudar, pois se trata de um curso longo e complexo, mas que com dedicação tira-se de letra. E claro, a aptidão pelo conhecimento deve ser regular, pois um bom médico precisa estar sempre atualizado, acompanhando as novidades da área.

 

Quais as ocupações mais requisitadas?

O curso de Medicina tem uma ampla área de atuação, com mais de 50 especialidades reconhecidas pelo CRM. Entre as atividades mais comuns estão:

    Cardiologia — área dedicada à saúde cardiovascular do paciente.

    Cirurgia Geral — realização de procedimentos cirúrgicos, invasivos e não-invasivos.

    Dermatologia — cuidado da saúde e bem-estar da pele, cabelos, unhas e mucosas.

    Geriatria — voltado ao cuidado de pessoas da terceira idade.

    Ginecologia — foca na saúde do sistema reprodutor feminino.

    Medicina da Família — trabalha em comunidade, dando atenção à saúde e bem-estar.

    Neurologia — atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças que afetam o sistema nervoso.

    Oftalmologia — cuida da saúde dos olhos e do sentido da visão.

    Oncologia — dedica-se à prevenção e tratamento do câncer.

    Ortopedia — especialidade relacionada aos cuidados com os músculos, ossos e ligamentos.

    Pediatria — foco nos cuidados com o público infantojuvenil.

    Psiquiatria — trata da saúde mental dos pacientes e dos transtornos que afetam o bem-estar psicológico.

    Urologia — cuida do trato urinário e dos órgãos de reprodução masculinos.

Para ver a relação de especialidades e áreas de atuação médicas, é possível conferir no Diário Oficial da União.

 

LAYOUT 03 1

 

O mercado de trabalho à carreira em Medicina

A carreira em Medicina é a que melhor remunera e a que apresenta a maior taxa de ocupação, com quase todos os profissionais empregados nas mais diferentes atuações.

Atualmente, a maior concentração de médicos está nas grandes cidades. Nas regiões mais afastadas ou interiores, há falta de profissionais para atender a população. Estes pequenos centros são uma grande oportunidade para o início da carreira.

No âmbito de um consultório privado ou hospital, a remuneração pode sofrer variações dependendo de quanto o médico cobra por consultas e procedimentos.

Dependendo da área de atuação, a remuneração pode ultrapassar os R$ 20 mil, sem carga horária excedente.

 

Medicina na FEMA

O curso de Medicina da FEMA visa orientar a formação do profissional de maneira humanista, crítica, ética e reflexiva, com capacidade para atuar nas diferentes frentes da atenção à saúde.

É através de ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, nos âmbitos individual e coletivo, que os alunos vivenciam o dia a dia da profissão.

Todo o conteúdo vivenciado dentro e fora de aula busca capacitar o profissional para desenvolver habilidades de comunicação, liderança e trabalho em equipe, capacidade crítica, raciocínio científico, compromisso com a vida e com a construção do sistema de saúde para o Brasil.

Back to top